Dicionário de Espiritismo-J

Letra J

Dicionário de Espiritismo-J

Dicionário de Espiritismo Letra J

Dicionário Espírita

Dicionário Espírita, vocabulário espírita, kardecista

Dicionário Espírita

 

Jejum [do latim jejunu] – 1. Abstinência total ou parcial de alimentação em dias prescritos por fé religiosa, penitência ou por determinação médica. 2. Situação de quem não se alimenta desde o dia anterior. 3. Em linguagem figurativa, a abstenção ou privação de alguma coisa.

Jejuno [do latim jejunu] – 1. Aquele que está em jejum. 2. O insipiente, o ignorante, aquele que nada sabe sobre determinado assunto ou coisa.

Jesus [do aramaico e do grego Iesus] – Na visão dos Espíritos nobres, o ser mais perfeito que Deus ofereceu aos homens para lhes servir de modelo e guia.

Judeu [do latim judaeu] – 1. Relativo à Judéia ou aos seus habitantes, ou ainda aos ritos judaicos. 3. O natural da Judéia. 4. O nascido em Israel; israelense ou israelita. 5. O praticante do Judaísmo.

Juízo [do latim judiciu]- 1. Ato de julgar; julgamento. 2. Estabelecimento de uma relação determinada entre dois ou mais termos (sujeito e predicado), podendo assumir o caráter de ser verdadeira ou falsa.

Julgar [do latim judicare] – 1. Decidir como juiz ou árbitro, dizendo o direito. 2. Supor, imaginar, conjeturar. 3. Formar opinião sobre; avaliar. 4. Sentenciar, decidir, condenar.

Justiça [do latim justitia] – 1. Ato de dar a cada um o que por direito lhe é próprio. 2. Faculdade de julgar com fundamento nas leis e na consciência. 3. Magistratura, o conjunto de pessoas a quem é confiado o poder judicial.

Justo [do latim justu] – 1. Que é conforme à justiça, à moral e à razão. 2. Imparcial; íntegro; legítimo; reto. 3. Exato, preciso.

escola-decor