Psicologia G

Psicologia G

Psicologia G

Psicologia G

Gêmeos – Todas as culturas e mitologias testemunham um interesse particular pelo fenômeno dos gêmeos. Quaisquer que sejam as formas pelas quais são eles imaginados: perfeitamente simétricos; ou bem um escuro e o outro luminoso; um voltado para o céu, o outro para terra; um negro, o outro branco, azul ou vermelho; um com cabeça de touro, o outro com cabeça de escorpião – exprimem, ao mesmo tempo, uma intervenção do além e a dualidade de todo ser ou o dualismo de suas tendências, espirituais e materiais, diurnas e noturnas.
Os gêmeos simbolizam o estado de ambivalência do universo mítico.

galeantropia

[Do gr. galé, ‘gato’, + -antrop(o)- + -ia.]

S. f. Psiq. Doença mental em que o doente se julga transformado em gato.

 

Galton, apito de

Instrumento que emitia sons de elevada tonalidade para medir o máximo limite da capacidade auditiva.

 

Galton, Francis

Cientista inglês (1822-1911) de extrema versatilidade e inventiva, fundador do movimento eugênico e um dos precursores da psicometria. Influenciado pelas idéias de Darwin, tomou para si a empreitada de tentar aplicar a perspectiva da teoria evolucionista à psicologia, interessando-se, sobretudo, pelo estudo das diferenças individuais.

Em seu primeiro livro, “Gênio Hereditário”, publicado em 1869, Galton defendia que gênios nasciam com maior freqüência no seio de famílias que já tinham outros gênios, ou seja, homens eminentes têm filhos eminentes. Sendo assim, estudos sobre as capacidades individuais, deveriam desestimular o nascimento de incapazes, de forma a aprimorar as capacidades hereditárias da raça humana. Estavam construídos os alicerces da ciência da eugenia, fundada por este estudioso.

Também se dedicou ao desenvolvimento de métodos estatísticos (foi responsável pela produção de uma das mais importantes medidas da ciência, a correlação, à construção de testes mentais específicos e ao estudo das associações. Com relação a estas últimas, interessou-se pela diversidade das associações de idéias e pelo tempo necessário à produção de associações.

 

Galton, Lei de

Princípio pelo qual, em média, uma pessoa herda uma quarta parte de seus caracteres de cada um dos pais, 1/16 de cada avô e assim sucessivamente. Embora o princípio não esteja de todo inutilizado, foi largamente superado pela equação mendeliana.

 

Galton, vara de

Instrumento para determinar o limiar para a distância visual linear por meio de diferenças apenas perceptíveis.

 

gene

Estrutura microscópica do cromossomo que é a unidade física da hereditariedade.

 

generalização

Em Psicanálise, indica o processo de transferência de uma modificação de atitude ou comportamento que tenha sido registrada na situação analítica (ou em relação ao analista) para situações ou pessoas estranhas àquela.

 

gênio

Em termos de QI, a pessoa com um coeficiente de inteligência superior a 150. Na linguagem comum, o termo é empregado para qualificar uma pessoa cujas atividades intelectuais se destacam da variabilidade normal.

 

genital, caráter

Em Psicanálise, é a síntese adulta dos impulsos psicossexuais, caracterizada pelo ingresso no nível genital.

 

genótipo

Qualidade ou traços comuns de um grupo biologicamente definido. A soma de todos os traços que um indivíduo é capaz de transmitir biologicamente.

 

gerontofilia

Atração sexual pelas pessoas de idade avançada.

 

gerontologia

Estudo pertinente às pessoas de idade avançada. Seus métodos são de ordem antropológica, antropométrica, social, psicológica e médica (neste último caso, é um ramo especial da Medicina: a geriatria).

gestalt

Forma, configuração, todo morfológico.

gestalt, psicoterapia da

Método de tratamento criado e elaborado por Frederick S. Perls, a partir das idéias de conceitos da Psicologia da Gestalt, da Teoria Holística de Kurt Goldstein e da Psicologia Existencialista.

ginecofobia

Pavor mórbido às mulheres.

 

glandular, teoria

Hipótese de que o funcionamento das glândulas endócrinas é fator determinante do comportamento emocional.

 

globus hystericus

Sensação, frequente entre as pessoas histéricas, de um nó na garganta, como se um corpo estranho bloqueasse o percurso entre a faringe e o peito.

gratificação

Estado em que um desejo anterior foi cabalmente satisfeito e em que a pessoa sente ter atingido a meta desejada. A gratificação tanto pode ser instintiva como intelectual.

grupo, contágio de

Expressão empregada pela Psicologia Social para designar a rápida propagação de um sentimento – medo, fúria, divertimento, alívio – entre todos os membros de um agrupamento ou reunião de pessoas, provocada pela percepção real ou imaginada desse sentimento em alguns dos membros.

grupo marginal

Designação dada na Psicologia Social a um grupo incompletamente assimilado à cultura em cujo seio vive – por exemplo, uma minoria de imigrantes.

grupo, terapia de

Qualquer forma de psicoterapia em que várias pessoas são tratadas simultaneamente mas não todas de modo idêntico. O processo envolve reuniões de pacientes com o terapeuta, que atua como líder de debates ou moderador. parte-se do princípio de que ouvir os problemas das outras pessoas e como foram resolvidos pode ter efeitos catárticos e terapêuticos sobre o indivíduo.