Psicologia Y

Psicologia Y

Psicologia Y

Psicologia Y

Yerkes-Bridges, Escala

Uma das primeiras adaptações da escala Binet-Simon às condições norte-americanas, largamente superada pela escala Stanford-Binet.

 

Yerkes-Dosson, Lei

Enunciado da Psicologia do Comportamento, relativo à motivação de aprendizagem: “O nível ótimo de motivação de aprendizagem decresce com o incremento da dificuldade da tarefa a aprender”.

 

Yerkes, Robert M.

Professor da Universidade de Yale (1924-1944). Dedicou-se, no início de suas investigações, ao estudo da Psicologia Animal. Foi um dos primeiros psicólogos norte-americanos a dedicar-se à elaboração de testes mentais, baseado nas experiências de Binet. Durante a I Guerra Mundial empenhou-se num gigantesco trabalho de engenharia humana, ao planejar os testes de inteligência a que foram submetidos um milhão e setecentos mil soldados norte-americanos. Nasceu em 26/5/1876 (Bredysville) e morreu em 1946. Sua principal obra publicada foi Mental Tests in the American Army (em col. com C. S. Joakum, 1920).

 

Young-Helmholtz, Teoria de

Primeira de uma série de teorias psicossensoriais a propor uma explicação para a transformação da energia da luz em impulso nervoso como condição para se perceberem as várias cores. A formulação inicial foi proposta por Thomas Young, em 1845, e desenvolvida, em sua forma universalmente aceita, por Hermann von Helmholtz, vinte anos depois. Foi denominada então a Teoria dos Três Componentes e baseava-se no princípio de que existem três espécies de cones receptores no olho, cada uma delas sensível ao máximo a uma determinada região do espectro e produzindo a sensação de um dos tons primários. As três cores primárias são o vermelho, o verde e o azul, constituindo, todas as demais, simples combinações daquelas.