Dicionário de Umbanda-H

Letra H

Dicionário de Umbanda  letra H

Dicionário de Umbanda letra H

Dicionário de Umbanda e Iorubá (Yorubá)

Dicionário de Umbanda, termos umbandistas, vocabulário umbanda

Dicionário de Umbanda

 

H

HALO — Luminosidade que envolve um espírito de grande elevação.

HALOMANCIA — Arte de adivinhar o futuro por meio do sal.

HAMADRÍADE — Almas do outro mundo. Espíritos. Ninfa dos bosques, que nascia e morria com uma árvore que lhe era destinada e onde se imaginava que ela morasse.

HÀN (Iorubá) — escasso.

HAUARUANA — Indivíduo da tribo amazonense dos Hauaruanas.

HAXIXE — Folhas secas de Cânhamo Índico para serem fumadas ou mastigadas. O seu uso provoca a vidência, principalmente nos médiuns que possuem essa virtude.

HÉCATE — Deusa da maldade e do malefício.

HELÍACO — Designativo do nascimento e ocaso de um astro quando coincide o nascimento do sol.

HEN (Iorubá) — sim.

HERBOLÁRIA — Mulher que fazia feitiços ou preparava venenos com vegetais.

HESTIA — Fogo doméstico cultuando alguma entidade.

HEVIESSO — Deus do raio, do corisco — Xangô.

HEXAGRAMA PENTÁLFICO — É a estrela de seis pontas, tendo ao centro a estrela de cinco pontas. É poderoso talismã para o seu portador.

HIEROFANTE — Sumo-sacerdote. Profundo conhecedor de todos os fatos extra-normais.

HIHA (Iorubá) — estreito

HILOCLASTIA — Fenómeno que consiste no aparecimento ou desaparecimento de objetos       guardados em lugares hermeticamente fechados.

HINDUS — Para os povos hindus o infinito representa uma unidade espiritual, sendo que as suas concepções religiosas, são de molde a considerar a Terra como simplesmente um planeta de aperfeiçoamento, embora acreditem nas várias reencarnações e, por esta razão cultivam grandemente o espiritualismo.

Como entidades espirituais de grande força, os Guias Hindus operam verdadeiros milagres, sendo que, por seu intermédio, adquirimos grandes conhecimentos nos diversos cultos da Umbanda. A eles devemos grande parte dos ensinamentos sobre a Alta Magia, bem como toda sorte de esclarecimentos sobre o Espiritismo praticado desde há muitos séculos.

Pelo fato de cultuarem os povos hindus grandemente as artes mágicas, as entidades espirituais que trabalham   nas suas falanges, possuem um elevado grau de adiantamento e, por esta razão, quando qualquer deles se manifesta numa sessão de Umbanda, praticando seus rituais, pode se ter absoluta certeza de que grandes resultados serão obtidos.

Entretanto, os hindus, por serem entidades de grande luz espiritual e possuidores de poderosa força fluídica, são também por demais exigentes, sendo que seus trabalhos e manifestações requerem um preparo todo especial, sem o qual não será possível a sua evocação e descida num terreiro. Muito ainda poderíamos dizer sobre os hindus, mas a carência de espaço não nos permite.

HIONDO — Sociedade mística dos negros onde o iniciando, para ser admitido, necessita possuir certos conhecimentos de magia.

HIPNOGÓGICO — Que produz sono; diz-se das alucinações e visões que se têm ao cair no sono, sendo tudo de influência espiritual.

HISTÓRICO DE UMBANDA — O Espiritismo, e com ele a Umbanda, sua mais forte corrente, não deve ser considerado de modo algum uma ciência recente. Devemos considerar que a sua doutrina está bastante ligada às práticas religiosas de tempos já muito distantes dos nossos dias, devendo-se ter em conta que a evolução da sua moral nunca esteve sujeita a quaisquer dogmas não sendo, desta forma, nem uma seita nem uma ortodoxia.

A Umbanda, na realidade, é apenas o culto que os espíritos humanos esclarecidos prestam, na Terra, à Obatalá, servindo-se para isso da mediação dos Orixás, participando desse culto os espíritos primitivos e os espíritos já desencarnados.

Mas vamos falar de Umbanda.

A definição do nome de Umbanda é a seguinte; temos em linguagem oriental antiga a palavra UM, que significa Deus, e BANDA, também da mesma origem, que quer dizer agrupamento, legião. A influência do Oriente sobre os povos africanos, foi a causa de que, no Brasil, recebêssemos a Umbanda da África, dada a grande massa de africanos que emigraram para o Brasil na época colonial.

Tendo em vista a sua essência e a sua finalidade, podemos afirmar que a Umbanda tem perfeita identidade com todas as religiões do passado ou do presente. A religião de Umbanda tem como sua principal finalidade o reconhecimento de um Ser Supremo, pois que tudo quanto é praticado nos seus terreiros, o é em nome de Deus e tudo é feito com a graça de Deus.

A Umbanda é, pois, um culto que se perde na noite dos tempos, dado que, na realidade, pode-se dizer que ele existe desde que existe a Humanidade. Os conhecimentos que temos permitem-nos apenas afirmar a sua origem da Lemúria, nome de um antiqüíssimo continente desaparecido muito antes da Atlântida. E por falarmos em Atlântida, devemos lembrar ao leitor que os seus povos já praticavam a Umbanda, embora o fizessem de um modo ainda primitivo. Devido a esta origem da Umbanda no Brasil, é que vemos nos nossos terreiros os pretos de descendência lemuriana e os chamados caboclos de Origem Atlante trabalhando para   praticar a caridade,   pois   que a finalidade da Umbanda resume-se em fazer o bem.

A História da Umbanda entre nós é esta. Ela nasceu com o Brasil e continua sempre a se desenvolver com o Brasil.

HOMEM DAS ENCRUZILHADAS — Exu.

HORAS ABERTAS — São as horas impróprias para se chegar a um bom termo em trabalhos de Umbanda. Essas horas são: 6 da manhã, meio-dia, 6 da tarde e meia-noite.

HORAS FECHADAS — São as horas próprias para os trabalhos de Umbanda, servindo todas elas, com exceção das citadas em Horas Abertas, salvo recomendação do Guia espiritual.

HUMULUCU — Comida africana feita de feijão fradinho, azeite-de- dendê e diversos temperos. É também chamada omida Oxum ou Omolocum.