Glossário

O Livro dos Espíritos

Glossário

Alma: dizemos do espírito quando está no corpo, encarnado.

Anatomista: profissional que estuda a forma e a estrutura dos órgãos do corpo humano.

Atributo: qualidade de um ser, aquilo que lhe é próprio.

Axioma: princípio evidente que é aceito como universalmente verdadeiro, sem exigência de demonstração.

Cataclismo: transformação brusca da Terra, abrangendo grande área da crosta; dilúvio, inundação.

Catalepsia: estado caracterizado pela rigidez dos músculos e imobilidade; pode ser provocado por afecções nervosas ou induzidas, como, por exemplo, pelo hipnotismo.

Celibato: estado de uma pessoa que se mantém solteira.

Centelha anímica: princípio da vida espiritual; corpo espiritual; o Espírito.

Cético: que duvida de tudo, descrente.

Crisálida: estado intermediário entre lagarta e borboleta. No contexto, significa a transformação, o vir a ser.

Dionéia: planta carnívora própria de lugares úmidos.

Dogma: essa palavra adquiriu de forma genérica o significado de um princípio, um ponto de doutrina infalível e indiscutível. Porém, o seu verdadeiro sentido não é esse. A Doutrina Espírita não é dogmática no sentido que se conhece em alguns credos religiosos que adotam o princípio de filosofia (fideísmo) em que a fé se sobrepõe à razão para acomodar e justificar suas posições de crença.

A palavra dogma está aqui com o seu significado, isto é, a união de um fundamento, um princípio divino, com a experiência humana. Allan Kardec a emprega aqui e nas demais obras da Codificação Espírita com esse sentido, e igualmente os Espíritos se referiram ao dogma da reencarnação com essa significação.

Eletricidade: o telégrafo, o telefone, etc. A resposta dos Espíritos se refere ao telégrafo, mas se aplica hoje ao telefone e às telecomunicações em geral.

Estado latente: período entre um estímulo e a reação por ele provocada, em que há falta de atividade. Espécie de dormência dos elementos.

Expiação: nova oportunidade de reparar as faltas e os erros de vidas passadas. Pela expiação geralmente passamos pelas mesmas situações, dores, sofrimentos, etc, que impusemos aos outros. É a Lei de Causa e Efeito.

Faculdade: dom, capacidade, aptidão.

Fisiologista: profissional que estuda o funcionamento das atividades vitais do corpo humano: crescimento, respiração, pensamento, etc.

Gravidade: lei da Física, atração que os planetas e os corpos celestes exercem uns sobre os outros.

Hotentote: natural ou habitante da Hotentótia, África; raça negra, primitiva.

Letargia: estado caracterizado por sono profundo e demorado, causado por distúrbios cerebrais ou por perda momentânea do controle cerebral.

Lineu, Jussieu e Tournefort: naturalistas e botânicos, sendo o primeiro sueco e os outros dois franceses.

Materialismo: doutrina que nega a existência de Deus e da alma. É a oposição ao espiritualismo.

Metafísica: é parte da filosofia, é um conjunto de conhecimentos racionais (e não de conhecimentos revelados) em que se procura determinar as regras fundamentais do pensamento, e que nos dá a chave do conhecimento do real em oposição à aparência.

Metempsicose: doutrina segundo a qual a mesma alma pode animar, em vidas sucessivas, corpos diversos: vegetais, animais ou homens.

Moléculas: agrupamento de um ou mais átomos que forma uma substância; a menor quantidade de matéria.

Moral (a): o conjunto das virtudes; a vergonha; o brio.

Moral (o): estado de ânimo.

Obsessão: influência de um espírito desencarnado, malévolo, sobre um encarnado. Pode haver obsessão também entre: encarnado para encarnado, encarnado para desencarnado e desencarnado para encarnado. (Veja Livro dos Médiuns, Cap. 23, Obsessões.)

Panteísmo: doutrina filosófica segundo a qual só Deus é real. Tudo o que existe é a manifestação de Deus, que por sua vez é a soma de tudo o que existe.

Pena de talião: punição imposta na Antiguidade, pela qual se vingava o delito infligindo ao delinqüente o mesmo dano ou mal que ele praticara.

Perisperma: revestimento fino que envolve a parte da semente da qual se formará a planta.

Proteu: aquele que muda constantemente de opinião ou de sistema.

Quarta classe: a do homem; a terceira é a dos animais irracionais.

Robert Fulton: mecânico norte-americano que inventou a propulsão, o motor a vapor.

Sensitiva: planta também conhecida como dormideira, que se fecha ao contato com a mão.

Sofisma: argumento falso, enganoso, feito de propósito para induzir ao erro.

Suscetível: sujeito a receber impressões, modificações ou adquirir qualidades.

Tártaro: na mitologia, o lugar mais profundo dos infernos, onde eram jogados os maiores pecadores.

Teologia: estudo das questões referentes ao conhecimento da divindade e suas relações com os homens; estudo dos dogmas e dos textos sagrados.

Transmigração: passagem da alma de um corpo para outro.

FIM DE O LIVRO DOS ESPÍRITOS DE ALLAN KARDEC

esquerda-seta

Anterior

escola-decor

Índice de O Livro dos Espíritos

Consultar Índice das Matérias

Introdução ao Estudo da Doutrina Espírita
Princípios Básicos
Parte Primeira – As Causas Primárias
Capítulo 1 Deus
Capítulo 2 Elementos gerais do universo
Capítulo 3 Criação
Capítulo 4 Princípio vital
Parte Segunda – Mundo espírita ou dos espíritos
Capítulo 1 dos Espíritos
Capítulo 2 Encarnação dos espíritos
Capítulo 3 Retorno da vida corporal à vida espiritual
Capítulo 4 Pluralidade das existências
Capítulo 5 Considerações sobre a Pluralidade das existências
Capítulo 6 Vida espírita
Capítulo 7 Retorno à vida corporal
Capítulo 8 Da emancipação da alma
Capítulo 9 Intervenção dos espíritos no mundo corporal
Capítulo 10 Ocupações e missões dos espíritos
Capítulo 11 Os três reinos
Parte Terceira – Leis morais
Capítulo 1 Lei divina ou natural
Capítulo 2 Lei de adoração
Capítulo 3 Lei do trabalho
Capítulo 4 Lei de Reprodução
Capítulo 5 Lei de conservação
Capítulo 6 Lei de destruição
Capítulo 7 Lei de Sociedade
Capítulo 8 Lei do Progresso
Capítulo 9 Lei de igualdade
Capítulo 10 Lei de Liberdade
Capítulo 11 Lei de justiça, amor e caridade
Capítulo 12 Perfeição moral
Parte Quarta – Esperanças e Consolações
Capítulo 1 Penalidades e prazeres terrenos
Capítulo 2 Penalidades e prazeres futuros
Conclusão
Glossário