Vocabulário Espírita

CAPÍTULO XXXII

Vocabulário Espírita

Agênere – (Do grego – a, privativo, e – géiné, géinomai, gerar; que não foi gerado.) – Modalidade da aparição tangível; estado de certos Espíritos, quando temporariamente revestem as formas de uma pessoa viva, ao ponto de produzirem ilusão completa.

Batedor – Qualidade de alguns Espíritos, daqueles que revelam sua presença num lugar por meio de pancadas e ruídos de naturezas diversas.

ErraticidadeEstado dos Espíritos errantes, ou erráticos, isto é, não encarnados, durante o intervalo de suas existências corpóreas.

EspíritaO que tem relação com o Espiritismo; adepto do Espiritismo; aquele que crê nas manifestações dos Espíritos. Um bom, um mau espírita; a Doutrina Espírita.

EspiritismoDoutrina fundada sobre a crença na existência dos Espíritos e em suas manifestações.

EspiritistaEsta palavra, empregada a princípio para designar os adeptos do Espiritismo, não foi consagrada pelo uso; prevaleceu o termo Espírita.

EspíritoNo sentido especial da Doutrina Espírita, os Espíritos são os seres inteligentes da criação, que povoam o Universo, fora do mundo material, e constituem o mundo invisível. Não são seres oriundos de uma criação especial, porém, as almas dos que viveram na Terra, ou nas outras esferas, e que deixaram o invólucro corporal.

EspiritualismoUsa-se em sentido oposto ao de materialismo; crença na existência da alma espiritual e imaterial. O espiritualismo é a base de todas as religiões.

EspiritualistaO que se refere ao espiritualismo; adepto do espiritualismo. E espiritualista aquele que acredita que em nós nem tudo é matéria, o que de modo algum implica a crença nas manifestações dos Espíritos. Todo Espírita é necessariamente espiritualista; mas, pode-se ser espiritualista sem se ser espírita; o materialista não é uma nem outra coisa. Diz-se: a filosofia espiritualista. – Uma obra escrita segundo as idéias espiritualistas. – As manifestaçõesespíritas são produzidas pela ação dos Espíritos sobre a matéria. – A moral espírita decorre do ensino dado pelos Espíritos. -Há espiritualistas que escarnecem das crenças Espíritas. Nestes exemplos, a substituição da palavraespiritualista pelo termo espírita daria lugar a evidente confusão.

Estereótipo(Do grego – stereos, sólido.) – Qualidade das aparições tangíveis.

MedianímicoQualidade da força do médium – Faculdade medianímica.

MedianimidadeFaculdade dos médiuns. Sinônimo de mediunidade. Estas duas palavras são, com freqüência, empregadas indiferentemente. A se querer fazer uma distinção, poder-se-á dizer que mediunidade tem um sentido mais geral e medianimidade um sentido mais restrito. -Ele possui o dom de mediunidade. – A medianimidade mecânica –

Médium(Do latim – medium, meio, intermediário.) – Pessoa que pode servir de intermediária entre os Espíritos e os homens.

MediumatoMissão providencial dos médiuns. Esta palavra foi criada pelos Espíritos. (Veja-se o Capítulo XXXI, comunicação XII.)

MediunidadeVeja-se: Medianimidade.

Perispírito(Do grego – peri – em torno.) – Envoltório semimaterial do Espírito. Nos encarnados, serve de intermediário entre o Espírito e a matéria; nos Espíritos errantes, constitui o corpo fluídico do Espírito.

Pneumatofonia(Do grego – pneuma – e – phoné, som ou voz.) – Voz dos Espíritos; comunicação oral dos Espíritos, sem o concurso da voz humana.

Pneumatografia(Do grego – pneuma – ar, sopro. vento, espírito, e graphô, escrevo.) – Escrita direta dos Espíritos, sem o auxílio da mão de um médium.

PsicofoniaComunicação dos Espíritos pela voz de um médium falante.

PsicografiaEscrita dos Espíritos pela mão de um médium.

Psicógrafo(Do grego – psiké, borboleta, alma, e – graphô, escrevo.) – Aquele que faz psicografia; médium escrevente.

ReencarnaçâoVolta do Espírito à vida corpórea, pluralidade das existências.

Sematologia(Do grego – sema, sinal, e – logos, discurso.) – Linguagem dos sinais. Comunicação dos Espíritos pelo movimento dos corpos inertes.

Tiptologia(Do grego – tipto, eu bato, e – logos, discurso.) – Linguagem por pancadas, ou batimentos: modo de comunicação dos Espíritos. Tiptologia alfabética.

TiptólogoGênero de médiuns aptos à tiptologia. Médium tiptólogo.

FIM DE O LIVRO DOS MÉDIUNS DE ALLAN KARDEC

esquerda-seta

Anterior

escola-decor

Índice de O Livro dos Médiuns

Consultar Índice das Matérias

PRIMEIRA PARTE Noções Preliminares

SEGUNDA PARTE Das Manifestações Espíritas